Não é um salão.
Não é um spa.
Não é uma clínica.
Não é sobre cabelo.
Não é sobre corpo.
É tudo isso.
Um lugar que reúne
o cuidado do salão,
o acolhimento do spa,
o conhecimento da clínica,
o cuidado integral dos cabelos,
o bem-estar por completo.

Blog

Microagulhamento e laser tratam a queda de cabelo

Você já ouviu falar em microagulhamento para tratar a queda de cabelo? 

E você sabia que existe um laser que substitui o microagulhamento?  

A pele é um órgão de defesa do organismo de uma forma geral e o grande desafio da indústria tanto cosmética quanto farmacêutica é fazer com que a substância, o cosmético ou medicamento penetre pela pele. 

Surgiu então uma nova forma de fazer o que a gente chama drug delivery, que significa entrega de medicamento na região. 

Microagulhamento 

A princípio surgiu a ideia de ultrapassar a barreira da epiderme através de agulhas e o microagulhamento se tornou a coqueluche para auxiliar no tratamento com as loções capilares e cremes de uma forma geral. 

Ele é feito com Roller e também com aparelhos que fazem o movimento não manual e sim elétrico, com controle de profundidade das agulhas.  

É importantíssimo que deixemos claro que o trauma deve ser mínimo.

Se eu provoco um trauma muito profundo, no lugar de simplesmente entregar um remédio, eu vou provocar uma cicatriz. 

Por isso eu deixo o alerta aqui de que esses procedimentos não devem ser feitos em casa e pelas pessoas sozinhas. 

Primeiro pelo risco de infecção, afinal não se reutiliza a agulha, e também por falta de conhecimento de até onde deve-se introduzir a agulha, para que não gere um trauma grave e leve a uma lesão definitiva, que é conhecida como fibrose. 

Nesse caso o microagulhamento vai ter um efeito ao contrário, em vez de melhorar o crescimento dos fios vai gerar queda de cabelo.

Laser 

E como a medicina está sempre evoluindo, surgiu um laser chamado érbio não ablativo fracionado, ou seja, ele não faz uma queimadura na epiderme. 

Ele também consegue entregar a medicação no couro cabeludo através de micro zonas térmicas, ou seja, pontos onde existe maior absorção da medicação sem danificar, sem provocar sangramento, sem provocar um trauma maior. 

Qual é mais eficaz?

Infelizmente não existe um trabalho científico comparando um outro, mas na prática nós sabemos que a ação do laser por só, mesmo sem nenhuma medicação, consegue estimular o crescimento capilar, estimular uma das vias (que a gente chama wnt) para que esse folículo se fortaleça. 

E ele tem uma aplicação menos dolorosa, então você praticamente não sente dor, não existe sangramento e o trauma é muito menor. 

São as novas tecnologias existentes para o tratamento da queda de cabelo. 

Aqui no Mariá nós oferecemos o laser de érbio não ablativo fracionado. 

Então se você tem essa queixa de queda de cabelo ou se ficou com alguma dúvida, entre em contato conosco!

Leave a Comment:

×